• Cleiton Vicente

Cortar tudo não é Educação Financeira


Cortar todos os gastos e viver sem qualidade de vida é uma péssima escolha quando buscamos economizar.

Grave consequência em cortar gastos drasticamente: Gastar mais do que antes dessas economias após certo tempo.

Educação Financeira não significa cortar todos os gastos e muito menos tornar-se uma pessoa mesquinha, pão duro ou mão de vaca.

Infelizmente as pessoas quando estão endividadas ou pretendem economizar para começar a guardar dinheiro, acabam cortando gastos errados ou acabam não cortando os gastos com receio de levar uma vida com restrições, o que é um equivoco. É possível economizar e levar uma vida com qualidade!


Quais gastos são benéficos cortar?


Quais gastos não vale a pena cortar?


Abaixo o que vale e o que não vale a pena cortar do seu orçamento:


Reduzir gastos corretamente

Gastos com lazer (viagens, restaurantes, churrascos...) - NÃO vale a pena cortar


Se você somente economizar, sair do trabalho e ir para casa, não sair para se divertir ou fazer as coisas que você gosta apenas para guardar dinheiro, você irá se estressar em meses e levará seu planejamento financeiro por água baixo. Caso você insista, certamente ficará triste, pois não faz sentido levar uma vida sem prazeres.


Reduzir ok, definir prioridades é o ideal. Por exemplo, deixar de ir toda semana para o barzinho e passar a ir a cada 15 dias, planejar-se par fazer comes e bebes em casa para variar é super válido.


Destine um percentual do seu orçamento para lazer e seja feliz, mas claro, com bom senso. Se você definir uma alta fatia do seu orçamento para isso e não definir nada para investimentos ou estudos por exemplo, será um erro. Você só curtirá o presente. Pense no amanhã pois, imprevistos acontecem. Há sonhos que só realizados poupando para não trabalharmos até o último dia da nossa vida.


Gastos supérfluos - Vale a pena cortar

São gastos que não melhoram nossa qualidade de vida e vivemos tranquilamente sem eles. Gastos supérfluos variam de uma pessoa para outra, o que é supérfluo para uma pessoa, pode ser importante para outra. Abaixo exemplos:


1. Anuidade de cartão de crédito, para quem não aproveita programa de pontos ou para quem aproveita, mas paga uma anuidade altíssima. Sugestão: cartões sem anuidade como o Nubank.

2. Tarifa mensal de conta corrente sendo que fazemos quase tudo através da internet. Pagar mais que R$ 30,00 em uma cesta básica de serviços é um absurdo. Se você não quer pagar nada, exija uma conta com serviços essenciais, mesmo os bancos grandes são obrigados a oferecer (é regra do banco central) ou faça uma conta 100% digital, elas não cobram nem taxa para TED´s.


3. Plano completo de celular para quem tem wi-fi no trabalho e em casa. Não é possível ter um plano mais básico? Você já avaliou se utiliza toda (ou quase) do seu pacote de dados?


Alimentos saudáveis e atividade física - NÃO vale a pena cortar


Passar a comprar alimentos mais gordurosos que são mais baratos e em troca comprar remédio para emagrecer ou controlar colesterol, o que adianta? Não será falsa economia?


Cortar a atividade física resultado em ganho de peso, estress e perda de diversão.


Alimentação e atividade física são fundamentais para uma longa vida. Adianta chegar no final dela cheio de dinheiro e sem saúde para aproveitar dessa grana?

Desperdícios - Vale MUITO a pena cortar


Alimentos que compramos e não consumimos e acabam indo para o lixo, é o maior vilão dos desperdícios domésticos. Não estou falando para não comprar, mas compre na medida certa, não há algum comprar o suficiente.


Viu que uma fruta estragará, por exemplo, faça um bolo. Viu que terá que jogar determinada refeição fora, congele, muitos alimentos não perdem nutrientes e sabor quando descongelarmos.


Luz acesa sem ninguém no ambiente é o que mais tira minha paciência. Não é melhor gastar aquele valor desperdiçado com uma coisa que nos darão mais prazer?


Serviços para seu desenvolvimento ou para ganhar tempo - NÃO vale a pena cortar


Exemplos: Psicólogo, personal trainer, consultor financeiro (olha a Finanças VC aí), faxineira, lavagem de carro entre outros.


Se os seus resultados aumentam com estes profissionais, ou você não consegue dar conta de tudo sozinho, é um erro grave cortar estas prestações de serviços....


Fazer estas economias e não ter tempo para produzir mais no qual acabaria resultando em mais ganhos financeiros? Qual o sentido do ponto de vista financeiro?


Quem quiser fazer tudo sozinho não terá tempo para nada e fora que ninguém consegue fazer tudo BEM FEITO... Somos bons para algumas coisas e para outras é normal precisarmos de ajuda. Tanto em eficiência quanto em tempo, afinal o tempo é que temos de mais escasso na vida, e é melhor utiliza-lo com quem amamos ou em coisas mais prazerosas.


Um grande abraço - Cleiton Vicente - CEO da Finanças VC

Whatsapp: 9.9861-1719

E-mail: financas.vc@gmail.com


Imagem: Freepik

Como cortar gastos

Cortar gastos em perder a qualidade de vida

Reduzir despesas

Redução de custos


Site personalizado por: